Hello, meninas!

Um dos red carpets que mais amo acompanhar é o MET GALA. O baile é organizado pela Anna Wintour, da Vogue Americana, com o Metropolitan Museum of Art e acontece no próprio museu, uma vez por ano.

O MET sem dúvidas é o tapete vermelho com mais referências de moda, inclusive trás com ele tendências que virão e influenciando marcas e estilistas nas suas criações.

O tema esse ano foi “Heavenly Bodies: Fashion and the Catholic Imagination”  – (“Corpos Sagrados: Moda e A Imaginação Católica”), o tema explorou o tema da igreja católica, trazendo referências góticas entre a moda e a igreja. Adorei acompanhar os looks e identificar referências por trás de cada um deles.

Alguns dos meus looks preferidos:

Ontem aconteceu o baile de gala do Costume Institute do Metropolitan Museum of Art de Nova York, o icônico baile do MET, evento referência absoluta no mundo fashion. Uma das novidades do evento foi a possibilidade de encomendar imediatamente os vestidos desfilados no tapete vermelho, como iniciativa pioneira do site Moda Operandi. Como presidente honorária da festa, Beyoncé, que reinou especialmente este ano ao cantar no Super Bowl e ter recebido mais um Grammy, recebeu os seletos convidados ao lado dos demais anfitriões da noite.

O baile celebrou também a abertura da exposição – e tema da ocasião – Punk: Chaos to Couture. Enquanto muitas das convidadas se seguraram em seus vestidos de princesa, muitas arriscaram e se inspiraram no Rock’n’Roll que era tema da noite.

met-ball-gisele

 

Gisele Bundchen reinou absolutamente com seu vestido do designer Anthony Vaccarello e abraçou a causa da noite com atitude punk. As musas Rooney Mara e Florence Welch vestiram Givenchy by Ricardo Tisci, enquanto Sienna Miller e Cara Delevigne optaram por modelos com tachas da Burberry. Os melhores looks da noite!

met-ball

A exposição Punk: Chaos to Couture ficará aberta no Museu de 9 maio a 14 agosto 2013.

O tradicional gala do Costume Institute, também conhecido como Baile do MET – Metropolitan Museum of Art – é com certeza o red carpet mais esperado do universo da moda: é lá que as celebridades se arriscam nas produções mais diferenciadas frente as críticas de especialistas como Anna Wintour. Na noite de ontem, a editora da Vogue recebeu, junto com Miuccia Prada e Carey Mulligan, os mais glamourosos convidados no baile desse ano, em comemoração a nova exibição do museu: “Impossible Conversations”. Como esperado, o evento reuniu os looks mais trendy e chamativos, veja alguns deles:

Carey Mulligan em um vestido Prada, Jessica Alba de Michael Kors e Cameron Diaz em um Stella McCartney: o trio apostou nos tons metálicos, com certeza a tendência mais presente no baile.

A cor do ano não podia ficar de fora dos looks do evento!  As que mais ressaltaram foram Emma Roberts vestindo Escada, Eva Mendes em um Prada e Katharine McPhee de Elie Saab.

A sempre elegante Cate Blanchett vestiu Alexander McQueen, enquanto Gisele Bundchen e Rooney Mara optaram por Givenchy. Todas de cabelos puxados em coques, elas roubaram a cena com pretinhos nada básicos e toques góticos – batom escuro, penteados sóbrios e transparências – facilmente a segunda tendência mais presente no evento.

Os vestidos vermelhos foram minoria dessa vez (até que enfim!) tendo como as adeptas mais belas Chelsea Clinton e Emma Stone – que arrasaram de Lanvin – e Milla Jovovich de Prada. E o melhor: todas com estilos diferentes entre si!

Vestidas em tecidos com brilhos de efeito molhado, Rosie Huntington-Whiteley optou por Burberry, Rosario Dawson vestiu Calvin Klein e Rihanna foi de longo Tom Ford com apliques em crôco (veja essa tendência aqui!) – uma escolha com pouca ousadia, porém de resultado escandaloso!

Os tons ensolarados apareceram várias vezes no tapete vermelho. Primeiro foi no longo Versace com detalhe peplum da maravilhosa January Jones e também no macacão vintage da Givenchy que compôs o look super trendy e descontraído de Coco Rocha (que está um escândalo na capa da Elle esse mês!). Solange Knowles vestiu Rachel Roy, criando um efeito fresh e iluminado contrastando com seu tom de pele.